Sexta-feira, 10 de Abril de 2009

A Sociedade das Nações

Woodrow Wilson, presidente dos Estados Unidos da América, no Congresso americano (1918)

O Pacto da Sociedade das Nações 

«Art. 1.º – Os membros da Sociedade das Nações comprometem-se a respeitar e a manter contra qualquer agressão exterior a integridade territorial e a independência política de todos os membros da Sociedade. (...)» 

 

Avalie o papel desempenhado pela SDN.

Publicado por História às 17:11
| Comentar
15 comentários:
De Cátia Santos e Graça Silva a 1 de Abril de 2008 às 19:35
A criação da Sociedade das Nações foi baseada na proposta de paz conhecida como "Quatorze Pontos", feita pelo presidente norte-americano Woodrow Wilson numa mensagem enviada ao Congresso dos EUA, em 8 de Janeiro de 1918. Os "Quatorze Pontos" propunham a paz e a reorganização das relações internacionais.

Em 1919, foi criada a Sociedade das Nações, em Genebra, na Suiça. Os países que assinaram este pacto comprometeram-se a:
- manter as relações internacionais abertas e francas;
- reduzir os armamentos;
- respeitar o direito internacional e os tratados;
- submeter à análise da Sociedade das Nações as questões que poderiam originar conflitos;
- boicotar economicamente o país que desencadeasse uma guerra.
Concluíndo, o principal papel da SDN foi recuperar a confiança dos europeus na possibilidade de uma Europa próspera e pacífica.

No entanto, haviam alguns obstáculos a uma paz segura:
- os países derrotados foram excluídos dos tratados de paz e da SDN;
- alguns dos vencedores estavam insatisfeitos com os tratados de paz;
- as minorias nacionais sentiam-se desrespeitadas com o novo mapa político da Europa, conduzindo a ocupações territoriais;
- os EUA não integravam a SDN e não aprovaram o Tratado de Versalhes;
- os países vencedores em vez de procurarem soluções para a crise económica da Europa, privilegiaram a questão das reparações da guerra, obrigando os países derrotados a pagar indemnizações aos países vencedores.

Devido a todos estes factores, a SDN mostrou-se incapaz de mediar os conflitos, comprometendo a sua existência.


De Pamela Saraiva a 8 de Abril de 2008 às 00:03
Os países envolvidos, considerando que, para desenvolver a cooperação entre as nações e para lhes garantir a paz e segurança, era importante acei­tar certas obrigações de não recorrer à guerra, de manter abertamente relações internacionais basea­das na justiça e na honra, de observar rigorosamente as prescrições do direito internacional, reconhecidas no futuro como regra de conduta efectiva dos gover­nos, fazer reinar a justiça e respeitar escrupulosamente os tratados nas relações mútuas dos povos organizados, assinaram e adoptaram um pacto que instituiu a Sociedade das Nações.
Encontram-se abaixo alguns artigos integrantes deste pacto que evidenciam bem os objectivos fulcrais desta sociedade:

Art. 1.º - Os membros da Sociedade das Nações comprometem-se a respeitar e a manter, con­tra qualquer agressão exterior, a integridade territo­rial e a independência política perante todos os membros da Sociedade.

Art. 8 - Os membros da Sociedade reconhecem que a manutenção da paz exige a redução dos armamentos nacionais.

Art. 11 - É expressamente declarado que toda a guerra ou ameaça de guerra, quer afecte ou não os membros da Sociedade, interessa à Socie­dade no seu conjunto, e que esta deve tomar as medidas adequadas para salvaguardar eficazmente a paz entre as nações.

Art. 16 - Se um membro da Sociedade recorrer à guerra será considerado como tendo cometido um acto de guerra contra todos os outros membros da sociedade, que desde já se obrigam a romper imediatamente com ele todas as relações comerciais e financeiras, a proibir todo e qualquer negócio entre os seus nacionais e os do Estado infractor, e a fazer cessar todas as transacções financeiras, comerciais ou pessoais entre os nacionais daquele Estado e os de qualquer outro Estado.

Foi em 1919 que esta sociedade, sediada em Genebra, na Suiça, dando seguimento ao 14º ponto proposto pelo presidente americano, Woodrow Wilson, ao Congresso americano, afim de nortear as negociações do pós-guerra.

Não obstante o sincero empenho e esforço desta sociedade em cumprir todos os objectivos, esta desabou com o culminar da 2ª Guerra Mundial.

Foi devido ao fracasso da Sociedade das Nações, à incapacidade que demonstrou para aplicar sanções rápidas e eficazes que a Organização das Nações Unidas foi dotada de um poder especial que lhe permite deter a agressão, no devido uso da força armada.Foi este poder que permitiu que esta organização não se tornasse num total fracasso como a SDN.


De grimaldo rocha a 8 de Junho de 2008 às 07:24
A criação da Sociedade das Nações foi baseada na proposta de paz conhecida como "Quatorze Pontos", feita pelo presidente norte-americano Woodrow Wilson numa mensagem enviada ao Congresso dos EUA, em 8 de Janeiro de 1918. Os "Quatorze Pontos" propunham a paz e a reorganização das relações internacionais.

Em 1919, foi criada a Sociedade das Nações, em Genebra, na Suiça. Os países que assinaram este pacto comprometeram-se a:
- manter as relações internacionais abertas e francas;
- reduzir os armamentos;
- respeitar o direito internacional e os tratados;
- submeter à análise da Sociedade das Nações as questões que poderiam originar conflitos;
- boicotar economicamente o país que desencadeasse uma guerra.
Concluíndo, o principal papel da SDN foi recuperar a confiança dos europeus na possibilidade de uma Europa próspera e pacífica.

No entanto, haviam alguns obstáculos a uma paz segura:
- os países derrotados foram excluídos dos tratados de paz e da SDN;
- alguns dos vencedores estavam insatisfeitos com os tratados de paz;
- as minorias nacionais sentiam-se desrespeitadas com o novo mapa político da Europa, conduzindo a ocupações territoriais;
- os EUA não integravam a SDN e não aprovaram o Tratado de Versalhes;
- os países vencedores em vez de procurarem soluções para a crise económica da Europa, privilegiaram a questão das reparações da guerra, obrigando os países derrotados a pagar indemnizações aos países vencedores.

Devido a todos estes factores, a SDN mostrou-se incapaz de mediar os conflitos, comprometendo a sua existência.


De Tânnia Moreira a 17 de Junho de 2008 às 17:23
A Sociedade das Nações, foi uma liga proposta por Wilson, na mensagem em 14 pontos ( que serviu de base às negociações, pois defendia a pratica de uma diplomacia transparente, a liberalização de trocas e de navegação, o respeito para com as nacionalidades e a criação de uma liga das nações), na conferência de paz, em Paris, em 1919.
Este organismo, tinha como principais objectivos velar pela paz e segurança internacionais.
A Sociedade das Nações foi um instrumento de esperança, empenhada na cooperação entre os povos, na promoção do desarmamento e na solução de litígios pela via da arbitragem pacifica.
No entanto, desprovida do apoio americano, e sem mecanismos que lhe permitissem responder às contínuas violações territoriais que sucederam, a SND ver-se-ia impossibilitada de desempenhar o seu papel de organizadora da paz. Assim, acaba por falhar, dando lugar mais tarde, à ONU, um organismo criado no pós- II Guerra Mundial, proposta pela Conferência de Potsdam.


De Alanna a 1 de Julho de 2010 às 01:44
vlw , muito interessante!


De Amilcar Arnaldo Elias a 7 de Agosto de 2011 às 20:36
Aìnda no decorrer do tratado versalhes foi criada a SDN que tinha como principal objectivo: \"Asegurar e a seguranca do estado evitando novovos conflitos\"


De mafalda a 9 de Maio de 2012 às 08:27
Bem eu axo que tinham que aceitar a proposta d woodrow wilsom as outrax man enjoam maning.MAFALDA


De mita a 3 de Outubro de 2012 às 12:14
Porqué que o presidente wilson do e.u.a afirmou que é mais dificil fazer a paz do que a guerra?


De mita a 3 de Outubro de 2012 às 12:14
Porqué que o presidente wilson do e.u.a afirmou que é mais dificil fazer a paz do que a guerra?


De Vucy António Simbine. a 16 de Maio de 2013 às 12:58
Quai foram as razões do fracasso da \"SdN\"..tou a pedir a respostas.


De Abdul Neto a 18 de Maio de 2013 às 10:03
Quais foram os efeitos negativos e positivns da primeira guerra mundial?


Comentar post

Externato Luís de Camões

Pesquisar

 

Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


Posts recentes

Guia de estudo para o exa...

Guia de estudo para o tes...

Apresentação "Do autorita...

Caderno Diário "Do autori...

A Revolução de Abril

A liberalização fracassad...

Continuidade e evolução

O isolamento internaciona...

A defesa da independência...

A defesa do Ultramar

A solução para o Ultramar

O sobressalto político de...

Apresentação "Os Totalita...

O Estalinismo

O Estado Novo

O Nazismo

O Fascismo

As consequências da Grand...

A Grande Depressão dos an...

Caderno Diário "A Grande ...

Os "loucos anos 20" e as ...

Caderno Diário "Mutações ...

A falência da Primeira Re...

O agravamento da instabil...

Caderno Diário "Portugal ...

Caderno Diário "As transf...

Da depressão económica à ...

Guia de estudo: As Revolu...

Guia de estudo: A Filosof...

Guia de estudo: O Absolut...

Guia de estudo: A Socieda...

Trabalho de pesquisa - A ...

Trabalho de pesquisa - A ...

Trabalho de pesquisa - A ...

Exercício 5 - A Declaraçã...

Exercício 3 - Manifestaçõ...

Exercício 2 - O Absolutis...

Exercício 1 - A Sociedade...

Do Absolutismo às Revoluç...

Guia de estudo: Humanismo...

Arquivos

Junho 2013

Abril 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Maio 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Outubro 2007

Ligações