Quinta-feira, 27 de Dezembro de 2012

Guia de estudo: Humanismo e Renascimento

Publicado por História às 17:50
| Comentar

Grupo II - A abertura europeia ao Mundo nos séculos XV e XVI

Aconselho-te, meu filho, a que aproveites a juventude para estudares e te tornares virtuoso. Estás em Paris, tens o teu preceptor (…) que por ensinamentos vivos e louváveis exemplos te pode educar. Quero que aprendas perfeitamente línguas (…).

Quero que não haja história que não tenhas presente na memória para o conhecimento universal dos que a escreveram. Quando eras pequeno, tinhas cinco ou seis anos, fiz-te apreciar as artes liberais: a geometria e a música. Deves prosseguir. Deves aprender todos cânones da astronomia. Quero que saibas de cor todos os belos textos de direito civil e que os confiras com os de filosofia.
Quanto aos conhecimentos dos factos da Natureza, quero que te dediques com curiosidade e que não haja mar nem rio, nem fonte de que não conheças todos os peixes, todas as aves, todas as árvores e arbustos, todas as ervas da terra; todos os metais escondidos no profundo dos abismos, as pedras do Oriente a Ocidente (…).
Depois, cuidadosamente, volta a estudar os livros dos médicos gregos, árabes e latinos e, por frequentes operações de anatomia, quero que adquiras o perfeito conhecimento do outro mundo que é o Homem. Durante algumas horas do dia começa a trabalhar sobre as Sagradas Escrituras, primeiro em grego o Novo Testamento e a Cartas dos Apóstolos, depois em hebreu o Antigo Testamento.

Rabelais, Carta de Gargântua a seu filho Pantagruel.
.
Com base nas fontes analisadas:

 

- evidencie as características antropocêntricas, a valorização da Antiguidade e a consciência de modernidade no Humanismo;
- relacione o espírito crítico do Humanismo com a crítica social.
Publicado por História às 17:44
| Comentar | Ver comentários (1)

Caderno Diário "O Renascimento"

Publicado por História às 17:43
| Comentar

Guia de estudo: A Romanização da Península Ibérica

Publicado por História às 01:13
| Comentar

Grupo I - A romanização da Península Ibérica

O processo de aculturação desenvolvido na sequência da chegada das primeiras legiões romanas à Península Ibérica parece ter tido nos próprios soldados os principais agentes. (…) A instalação na Península de antigos soldados que aqui tinham combatido, terão constituído, um primeiro e importante passo em todo o processo. (…)

Por um lado, é evidente que a fixação na Península de antigos soldados constituiu um importante contributo para a generalização de um novo modo de vida. No entanto, a participação de auxiliares hispânicos no exército romano terá contribuído de igual modo para a habitação dos naturais a esta nova existência, a que não deixaram certamente de ser indiferentes. (…)

Carlos Fabião, A romanização do actual território português, in História de Portugal, vol. I, dir. José Mattoso, Círculo de Leitores, 1992
.
.

A partir da análise das fontes estudadas:

- identifique os agentes de romanização e explicite a acção de cada um deles;

- explicite em que medida a política de urbanização constituiu um pilar para a romanização da península ibérica;

- refira as alterações provocadas pela romanização no modo de vida dos povos peninsulares.

Publicado por História às 01:12
| Comentar | Ver comentários (2)

Caderno Diário "O modelo romano"

Publicado por História às 01:11
| Comentar
Quarta-feira, 26 de Dezembro de 2012

Apresentação "O modelo romano"

Publicado por História às 23:57
| Comentar

Matriz de conteúdos do teste

Conteúdos

Módulo I

2. O modelo romano

2.3. A integração de uma região periférica no universo imperial: a romanização da Península ibérica.

2.3.1. A conquista.

2.3.2. Os veículos da romanização.

- Uma densa rede de cidades.

- O exército e a imigração.

- A acção das autoridades provinciais.

- A língua, a religião e o Direito.

- O desenvolvimento económico e a rede viária.

 

Módulo III

1. O Renascimento

2. O alargamento do conhecimento do mundo

3. A produção cultural

Objetivos

- Localizar o espaço imperial romano.

- Reconhecer o carácter urbano da civilização romana.

- Distinguir formas de organização do espaço das cidades do Império, tendo em conta as suas funções cívicas, políticas e culturais.

- Identificar na romanização da Península Ibérica os instrumentos de aculturação das populações submetidas ao domínio romano.

- Salientar a importância do legado político-cultural romano.

- Compreender a Modernidade como fenómeno global que se manifesta nas ideias e nos comportamentos e encontra nos centros urbanos mais dinâmicos da Europa um espaço privilegiado de criação e de irradiação.

- Explicar as caraterísticas antropocêntricas do Humanismo.

- Exemplificar a valorização da Antiguidade pelo Humanismo.

- Relacionar o espírito crítico com o exercício da crítica social e a produção de utopias. 

Publicado por História às 22:10
| Comentar

Externato Luís de Camões

Pesquisar

 

Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


Posts recentes

Guia de estudo para o exa...

Guia de estudo para o tes...

Apresentação "Do autorita...

Caderno Diário "Do autori...

A Revolução de Abril

A liberalização fracassad...

Continuidade e evolução

O isolamento internaciona...

A defesa da independência...

A defesa do Ultramar

A solução para o Ultramar

O sobressalto político de...

Apresentação "Os Totalita...

O Estalinismo

O Estado Novo

O Nazismo

O Fascismo

As consequências da Grand...

A Grande Depressão dos an...

Caderno Diário "A Grande ...

Os "loucos anos 20" e as ...

Caderno Diário "Mutações ...

A falência da Primeira Re...

O agravamento da instabil...

Caderno Diário "Portugal ...

Caderno Diário "As transf...

Da depressão económica à ...

Guia de estudo: As Revolu...

Guia de estudo: A Filosof...

Guia de estudo: O Absolut...

Guia de estudo: A Socieda...

Trabalho de pesquisa - A ...

Trabalho de pesquisa - A ...

Trabalho de pesquisa - A ...

Exercício 5 - A Declaraçã...

Exercício 3 - Manifestaçõ...

Exercício 2 - O Absolutis...

Exercício 1 - A Sociedade...

Do Absolutismo às Revoluç...

Guia de estudo: Humanismo...

Arquivos

Junho 2013

Abril 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Maio 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Outubro 2007

Ligações