Terça-feira, 19 de Outubro de 2010

Aristóteles e os fundamentos da democracia

“O fundamento da constituição democrática é a liberdade. Costuma afirmar-se isso, sob alegação de que apenas nesse regime se goza de liberdade; esse é, segundo se diz, o objectivo que visa toda a democracia. Uma das características da liberdade reside em ser governado e governar à vez.

A justiça democrática consiste na igualdade segundo o número e não segundo o mérito. De tal noção de justiça resulta que a soberania estará necessariamente no povo e que a opinião da maioria deverá ser o fim a conseguir e deverá ser a justiça. (…) Como resultado disso, nas democracias, os pobres são mais poderosos do que os ricos: são em maior número e a autoridade soberana está na maioria. Esse é, pois, um sinal de liberdade que todos os democratas colocam como marca do regime (…).

É que a igualdade não consiste em os pobres possuírem mais poder do que os ricos ou serem os únicos detentores da soberania, mas terem todos, uns e outros, por igual, de acordo com o número. Deste modo poderiam considerar que estavam asseguradas na Constituição a igualdade e a liberdade.”
Aristóteles, A Política, III
  1. Segundo Aristóteles, como se expressam a "liberdade" e a "justiça democrática".
Publicado por História às 12:33
| Comentar
18 comentários:
De Francisca Almeida a 26 de Outubro de 2009 às 21:00
Democracia Ateniense:
--> Não havia partidos politicos, corpo profissional de juízes ou altos funcionários do estado. Por isso cada cidadão deveria ocupar um cargo para o andamento dos assuntos da cidade. Os cargos nao eram só para os mais cultos ou que sobressaim mais, mas sim para todos. E todos aqueles que se desinteressassem pela politica ficariam mal vistos na pólis.
--> Era liderada apenas por uma minoria. Podemos reparar desde já que os escravos, metecos, e mulheres nao teriam direito a entervir na sociedade logo ai se sabe que a minoria que liderava eram os homens atenienses.


De Prof Iran Lima a 9 de Setembro de 2011 às 20:51
a historia registra um episódio provocado pelas mulheres em que ficaram conhecidas por seus feitos, relembrada por Caetano Veloso, em sua canção, 'mulheres de Atenas '. Tiveram de abster-se de fazerem sexo com seus respectivos maridos, para mudar o comportamento dos homens em que na sua maioria estavam empoderados pelas construções sociais que o colocavam como o centro das relações sociais em detrimento do espaço feminino na sociedade. Fato este, ficou provado o poder da mulher em um trabalho de equipe no resgate do seu reconhecimento social. Portanto, a frase 'mulheres de Atenas ' ficou imortalizado na história.


De pandolforicarte@hotmail.com a 25 de Outubro de 2016 às 19:17
Esse Professor E Um Viado. Ele Gosta De Fazer Chupeta Nos Cara. Ele Da O Caneco. Ja Comi O Cu Dele................


De Ana M. Joana S. a 11 de Novembro de 2009 às 16:52
A democracia ateniense, ocupava um lugar destacado no conjunto das cidades-Estado gregas. Tornou-se num exemplo por toda a Grécia, devido ao seu poder económico e militar. Um dos aspectos mais importantes que contribuíram para o prestigio desta cidade foi a sua forma de governo. Vivia-se num estado de democracia, contudo, o primeiro sistema democratico não se implantou facilmente, devido ao governo da cidade estar reservado a um conjunto de ricos proprietarios que não aceitaram facilmente abrir mão do seu poder. A igualdade política entre todos os cidadãos de Atenas conduziu a um longo caminho de revoltas populares, de instabilidade e de reformas ousadas.


De Diana e Estefânia a 11 de Novembro de 2009 às 17:00
A caracterização da Democracia Ateniense fundamentava-se em princípios como o poderio económico e militar da pólis, tornando-se num faustoso centro cultural e político, proliferando por todo o território Grego. Assim sendo, o seu Governo direccionava-se a um grupo restrito da população que era constituído por ricos proprietários, que não estavam dispostos a abdicar do seu poder. Contudo, no séc. V a.C., fruto de revoltas populares, de instabilidade e de reformas arrojadas, a igualdade política alargou-se a todos os cidaddãos de Atenas.


De Joana Alves e Francisca Almeida a 11 de Novembro de 2009 às 17:05
A democracia ateniense era caracterizada pela não existência de partidos políticos , corpo profissional de juízes ou altos funcionários do estado, logo cada cidadão deveria ocupar um cargo para o bom funcionamento da cidade.
Era necessário assegurar a participação de todos nos cargos públicos. Os cargos eram por dever de todos os cidadãos, não só para os mais cultos ou que sobressaiam mais. Era um dever para todos, caso se desinteressassem eram mal vistos pela cidade.
Com isto podemos concluir que a liberdade e a igualdade estaria assegurada para todos.


De Anónimo a 18 de Novembro de 2009 às 02:25
A democracia ateniense era amplamente participada devido à pequena dimensão da pólis. Cada cidadão actuava por si próprio, não havendo assim, partidos políticos nem um corpo profissional de juízes ou de altos funcionários do Estado. A democracia ateniense era, por isso, uma democracia directa e todos os que não tinham interesse pelos assuntos públicos da pólis eram malvistos. A justiça democrática exercia-se através do exercício da cidadania. O sistema de sorteio era o mais preferido em relação ao sistema de eleição, para que se pudesse assegurar a participação de todos os cidadãos nos cargos públicos.


De Tânia Silva a 18 de Novembro de 2009 às 02:27
O comentário de cima é meu, esqueci-me de por o nome.


De pandolfo a 25 de Outubro de 2016 às 19:08
Gostei De Vc Quer Casar Comigo Amor ?


De Michèle Riccobono a 18 de Novembro de 2009 às 14:33
A Democracia era o regime político que surgiu em Atenas no séc. V a.c e que se caracterizava por todos os cidadãos serem iguais perante a lei e terem direito de eleger e ser eleitos para os diversos orgãos do governo da cidade. Como tal os cidadãos podiam participar pessoalmente na vida política, não havendo um grupo designado para os representar dizia-se que era uma democracia directa. Porem tinha ainda algumas limitações pois as mulheres, estrangeiros , escravos e crianças não podiam participar nas decisões políticas da cidade.


De pandolfo a 25 de Outubro de 2016 às 19:10
Vc E Uma Delicia Meu Amor Quero Transar Com Vc


De Michèle Riccobono a 18 de Novembro de 2009 às 14:54
Não havia partidos políticos nem havia um corpo professional de juízes ou de altos funcionários do Estado. Cada cidadão actuava por si próprio, desempenhando à vez, os cargos necessários ao bom andamento dos assuntos da cidade. A democracia grega era, por isso, uma democracia directa e todo aquele que se desinteressava dos assuntos públicos era malvisto pela polis.



De Carolina ; Mónica ; Philippe ;D a 18 de Novembro de 2009 às 16:46
A democracia ateniense era uma democracia directa, isto é, cada cidadão actuava por si próprio. Todos os cidadãos que não se interessavam pelos os assuntos públicos eram mal vistos pela pólis. Também, era caracterizada pela inexistência de partidos políticos, corpo profissional de juízes ou altos funcionários do estado, logo, cada cidadão deveria ocupar um cargo para o bom funcionamento da cidade.
Era bastante importante assegurar a participação de todos nos cargos públicos, estes eram por dever de todos os cidadãos, não só para os mais cultos.


De Carla e Cláudio a 25 de Novembro de 2009 às 15:29
Hoje em dia, a democracia não tem nada haver com os tempos de antigamente porque houve mudanças a nível político e os cidadãos não exercem muitas funções hoje em dia, ao contrário de antigamente onde os cidadão tinham o direito e o dever de participar nas decisões da sociedade.
A democracia ateniense caracterizava-se por ser uma democracia directa, isto é não existiam partidos políticos tendo cada cidadão o direito de participar, usar a palavra e votar. Existia rotatividade de cargos políticos e estes eram entregues através de sorteio ou eleição, tendo os mesmo direitos e deveres mas acima de tudo igualdade perante a lei e as mesmas oportunidades para acederem aos cargos políticos.
Hoje em dia passou-se de uma democracia directa para o contrário, ou seja, uma democracia indirecta. Isto é, os cidadãos (que não são “seleccionados” da mesma forma que antigamente) não participam na assembleia, elegem através de eleições os seus representantes no governo. Isto veio fazer com que houve a criação de partidos políticos, cada um com a sua “variante”, as denominadas esquerda e direita.


De Alice Pakmira a 28 de Outubro de 2010 às 18:31
Carla e Claudio,
Adorei o comentário de vocês!!


:)


Comentar post

Externato Luís de Camões

Pesquisar

 

Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


Posts recentes

Guia de estudo para o exa...

Guia de estudo para o tes...

Apresentação "Do autorita...

Caderno Diário "Do autori...

A Revolução de Abril

A liberalização fracassad...

Continuidade e evolução

O isolamento internaciona...

A defesa da independência...

A defesa do Ultramar

A solução para o Ultramar

O sobressalto político de...

Apresentação "Os Totalita...

O Estalinismo

O Estado Novo

O Nazismo

O Fascismo

As consequências da Grand...

A Grande Depressão dos an...

Caderno Diário "A Grande ...

Os "loucos anos 20" e as ...

Caderno Diário "Mutações ...

A falência da Primeira Re...

O agravamento da instabil...

Caderno Diário "Portugal ...

Caderno Diário "As transf...

Da depressão económica à ...

Guia de estudo: As Revolu...

Guia de estudo: A Filosof...

Guia de estudo: O Absolut...

Guia de estudo: A Socieda...

Trabalho de pesquisa - A ...

Trabalho de pesquisa - A ...

Trabalho de pesquisa - A ...

Exercício 5 - A Declaraçã...

Exercício 3 - Manifestaçõ...

Exercício 2 - O Absolutis...

Exercício 1 - A Sociedade...

Do Absolutismo às Revoluç...

Guia de estudo: Humanismo...

Arquivos

Junho 2013

Abril 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Maio 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Outubro 2007

Ligações