Sexta-feira, 20 de Janeiro de 2012

Grupo I - A democracia ateniense

O nosso sistema político não inveja as leis dos nossos vizinhos, pois temos mais de paradigmas para os outros do que de seus imitadores. O seu nome é democracia, pelo facto da direcção do Estado não se limitar a poucos, mas se estender à maioria; em relação às questões particulares, há igualdade perante a lei; quanto à consideração social, à medida em que cada um é conceituado, não se lhe dá preferência nas honras públicas pela sua classe, mas pelo seu mérito; nem tão pouco o afastam pela sua pobreza, ou pela obscuridade da sua categoria, se for capaz de fazer algum bem à cidade.


Discurso de Péricles, citado por Tucídes em A Guerra do Peloponeso (século V a.C.), in Claude Mossé, As Instituições Gregas, Lisboa, Edições 70, 1985

A partir das fontes estudadas:
- caracterize a democracia ateninese evidenciando o seu carácter directo;
- explique as principais restrições à democracia plena, existentes no regime ateniense;
- compare a democracia ateniense com a democracia actual.
Publicado por História às 16:21
| Comentar
9 comentários:
De Diogo Almeida a 20 de Janeiro de 2009 às 20:18
Os atenienses possuíam igualdade nos direitos (isonomia), no falar (isegoria) e no poder (isocracia).
A isonomia estabelecia que as leis eram iguais para todos os cidadãos, independentemente da riqueza ou do prestígio destes, garantia que o cidadão se destacava pelo mérito e não pelos bens ou nascimento. A isocracia era uma norma que estabelecia que todos os cidadãos tinham igual direito ao voto e a desempenhar cargos políticos, encorajava a participação na vida política da cidade. Para que nenhum cidadão, nem mesmo o mais pobre, fosse afastado da vida cívica, os cargos eram remunerados. No entanto, esse pagamento era mais baixodo que o de um pedreiro, de modo a que os cargos políticos não fossem procuradospara enriquecimento de quem os executava. Vários cargos, como o de membro da Bulé, o de arconte e o de membro do tribunal do Helieu eram sorteados, para que todos pudessem intervir. Privilegiava-se a rotatividade das funções, de modo a evitar que um tirano se apoderasse do governo da cidade. E por último, a isegoria, isto é, todos os cidadãos tinham igual direito ao uso da palavra, favorecendo o discurso político como forma de participação cívica. O dom da palavra era altamente valorizado. A democracia ateniense é uma democracia directa na medida em que todos os cidadãos poderiam participar activamente na vida política.


De Diogo Almeida a 20 de Janeiro de 2009 às 20:21
Os detentores de tais direitos eram os cidadãos. Porém, só eram considerados cidadãos os indivíduos livres (não escravos) do sexo masculino, filhos de pai e mãe ateniense, maiores de dezoito anos e com serviço militar (de dois anos) cumprido. Esses representavam apenas um estrato da população, de modo algum a totalidade. Em 430 a.C., 30.000 cidadãos, 120.000 familiares, 50.000 metecos, 100.000 escravos, o que dá, para cerca de 300.000 habitantes da Ática, apenas cerca de 10% da população. Os pequenos comerciantes, marinheiros, lavradores, artesãos, é que constituíam a maioria da população. Assim, a democracia tornava-se o governo da minoria e não da maioria. Em consequência desta contradição, ficavam excluídos dos direitos políticos as mulheres, os metecos (e suas famílias) e os escravos. Era por isso, uma sociedade desigual e esclavagista, o que contradiz os princípios da noção actual de democracia.


De ana batriz a 12 de Dezembro de 2012 às 14:29
valeu me ajudou muito!


De Diogo Almeida a 20 de Janeiro de 2009 às 20:22
Comparando os princípios da democracia ateniense com os preceitos da democracia actual, encontramos pontos de convergência e de divergência. As duas formas de democracia têm em comum: a vontade de satisfazer os desejos dos cidadãos (ainda que nos nossos dias o conceito de cidadão seja diferente); a divisão dos poderes legislativo, executivo, judicial, pelas diferentes instituições; o uso da retórica como arma política; o tratamento igual de todos os cidadãos perante a lei. Eram características da democracia ateniense, nomeadamente: um corpo cívico reduzido em comparação com o das democracias actuais (porém, alargado, em comparação com o dos regimes políticos da antiguidade); a aplicação do ostracismo; a existência legal da escravatura; a discriminação das mulheres e dos estrangeiros; a valorização do sorteio como forma de participação política; a democracia directa (impraticável nos nossos dias, pelo grande volume da população).


De Ana João a 4 de Janeiro de 2012 às 15:46
Obrigada ajudou-me muito!

:)


De Ana a 17 de Junho de 2010 às 01:46
Ajudou-me imenso no meu exame estas postagens!!!

Obrigada!


De julia a 28 de Agosto de 2012 às 00:54
muito bom!!!!!!!!!!! me ajudou de mais no dever !!!


De vandynha a 7 de Outubro de 2012 às 06:27
muito bom gatinho me ajudou muitooo...


De Leonor a 28 de Outubro de 2012 às 13:20
MUITO BOM! Parabéns e obrigada! :')


Comentar post

Externato Luís de Camões

Pesquisar

 

Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


Posts recentes

Guia de estudo para o exa...

Guia de estudo para o tes...

Apresentação "Do autorita...

Caderno Diário "Do autori...

A Revolução de Abril

A liberalização fracassad...

Continuidade e evolução

O isolamento internaciona...

A defesa da independência...

A defesa do Ultramar

A solução para o Ultramar

O sobressalto político de...

Apresentação "Os Totalita...

O Estalinismo

O Estado Novo

O Nazismo

O Fascismo

As consequências da Grand...

A Grande Depressão dos an...

Caderno Diário "A Grande ...

Os "loucos anos 20" e as ...

Caderno Diário "Mutações ...

A falência da Primeira Re...

O agravamento da instabil...

Caderno Diário "Portugal ...

Caderno Diário "As transf...

Da depressão económica à ...

Guia de estudo: As Revolu...

Guia de estudo: A Filosof...

Guia de estudo: O Absolut...

Guia de estudo: A Socieda...

Trabalho de pesquisa - A ...

Trabalho de pesquisa - A ...

Trabalho de pesquisa - A ...

Exercício 5 - A Declaraçã...

Exercício 3 - Manifestaçõ...

Exercício 2 - O Absolutis...

Exercício 1 - A Sociedade...

Do Absolutismo às Revoluç...

Guia de estudo: Humanismo...

Arquivos

Junho 2013

Abril 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Maio 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Outubro 2007

Ligações